Golpe de um advogado em um processo de separação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Golpe de um advogado em um processo de separação

Mensagem  RDLS em Sex Jan 11, 2013 8:19 am

Espero estar no lugar correto para fazer esta questão... Uma amiga estava se separando, o processo de separação já estava acontecendo a quase um ano, mas ela morou no Japão e tinha coisas pendentes para resolver por lá. Perguntou para seu advogado se demoraria ainda para sair a separação e ele disse que talvez mais seis meses. Bom, ela resolveu viajar para resolver as quetões pendentes no Japão.

Dias antes da viagem, o advogado a procurou e disse que ela precisava assinar alguns papéis e uma procuração para ele cuidar da separação caso esta saisse enquanto ela estivesse no Japão.

Ela disse que não poderia ir no escritório, pois teria que ir no banco para retirar o dinheiro para pagar a passagem, ele disse que encontraria ela no banco, pois ele só precisava de assinaturas dela.

Aí vem o golpe e ele envolve várias pessoas:
Ela é uma pessoa tímida e com poucos amigos, poucas pessoas pra ajudar, inclusive entre os parentes.
no dia que ela foi no banco o advogado apareceu com varios papéis para assinar, e a apurando, ela tímida e na confiança assinou todos, mas eram muitos, começou a ler mas depois foi assinando pela pressa dele.

Poucos dias depois aconselhada por mim e por seu pai, ela entrou em contato com o advogado dizendo que faria a procuração para o pai dele, já que foi aconselhada que isso era no mínimo estranho. Ela e o pai dela foram até o escritório dele e assinaram ma nova procuração, mas por falta de informação e por boa fé não pegaram os papéis que ela havia assinado anteriormente, achando que assim estaria resolvido.

Só que o advogado, o ex-marido dela e a irmã onde ela estava morando enquanto estava o Brasil já tinham combinado algo, o que a irmã dela ganhou com isso ela não sabe, mas a irmã dela informou o dia e o voô dela para o Japão, para o ex-marido de minha amiga.

Alguns dias depois de estar no Japão, descobre que seu cartão atingiu o limite.
Que o oficial de justiça esteve na casa da irmã dela enquanto ela ainda estava no Brasil e sua irmã não a informou e mandou ele ir falar com o advogado da minha amiga.
Que o advogado pegou dinheiro emprestado no banco em nome dela enquanto ela estava no Brasil.
Que o advogado, se é que pode se chamar alguém assim de advogado, cancelou a separação em nome dela e que seu ex-marido forjou vendas de tudo que era deles, simplesmente dividindo entre os parentes dele e ficando com quase nada e como a separação estava cancelada, vendeu tudo também no nome dela. E ainda retiraram da polícia uma queixa que ela havia feito por sofrer ameaças de seu ex-marido.

Como se não fosse o bastante fizeram isso na surdina enquanto ela estava no Brasil, 2 ou 3 dias antes de ela ir ao Japão e seu ex-marido comprou uma passagem e viajou no mesmo voô que ela para forjar que haviam feito as pazes, provavelmente indicado a fazer isso pelo advogado dela.
Ela só ficou sabendo depois de uma semana no Japão pelo pai dela, por receber cartas de cobranças e ele ter estranhado.

A irmã dela com certeza foi cúmplice, o advogado e o ex-marido dela... É uma situação delicada e sinto pena da pessoa envolvida que pode perder todos seus direitos por um mau profissional, no caso, o advogado e seu ex-marido que já deveria há tempos estar acertando tudo com a irmã dela que tinha uma boa amizade com ele e com o advogado dele e o dela.

Qual seria a melhor forma de proceder em um caso assim?

RDLS

Mensagens : 1
Data de inscrição : 11/01/2013

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum